Ação contou com a parceria entre Universidade Federal de Alagoas e Prefeitura

As crianças e adolescentes atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social – Cras visitaram nesta quarta-feira (11), à Pinacoteca da Universidade Federal de Alagoas em Maceió. Eles tiveram contato com diversas obras de artistas de renome estadual e nacional por meio de uma parceria entre a Ufal e a prefeitura de Branquinha.

O objetivo da realização dessa atividade visa trazer um novo olhar para essas crianças. Um mundo das artes visuais e auditivas, como destacou o prefeito Jairinho Maia. “É muito importante trazer para esses jovens uma nova realidade, fora do nosso município. Muitos deles nem sabiam que existiam essas formas, objetos e espaços destinados exclusivamente para arte”.

Desde o inicio do ano, a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) vem desenvolvendo encontros para as crianças, jovens e idosos atendidos pela pasta nas mais diversas esferas de lazer. Seja com palestras motivacionais, encontros, festas e eventos e passeios para outras regiões do Estado.

No mês de março, as crianças tiveram a oportunidade de visitar a Exposição Internacional de Dragões, localizada no Pátio Shopping, em Maceió. A primeira dama Mariana Maia reforçou que a atividade de hoje é fundamental, pois aproxima ampliar o conhecimento das crianças para o mundo exterior. “Foi uma experiência fascinante! Foi a primeira vez que tive acesso à exposição da Pinacoteca da Ufal e é surpreendente observar como esses jovens ficam atentos a tudo, nos objetos e nas orientações dos monitores”, concluiu a primeira dama.

A Pinacoteca

Criada em 1981, a Pinacoteca Universitária pertencente à Universidade Federal de Alagoas, nasceu com o propósito primordial de preservar e difundir a memória artística e cultural de Alagoas. Propósito este, que se concretiza por meio do incentivo à produção artística e à execução de projetos educativos que visam integrar o público estudantil dos diversos níveis e a comunidade alagoana, ao universo da arte contemporânea. Reafirma, assim, o papel social que desempenha enquanto equipamento cultural de uma instituição pública de ensino superior.

Nesse sentido, a Pinacoteca Universitária se firma como lugar destinado a promover o conhecimento e o contato com a arte em geral e, em especial, com a produção contemporânea, buscando ultrapassar o papel de espaço de observação e lazer. Como museu contemporâneo, incorpora o conceito de ágora – praça pública, local de interesse coletivo, de debates e escutas.

Data de publicação: 11/04/2018

Créditos: Gustavo Corado / Ascom Branquinha com Ascom Ufal

Créditos das Fotos: Wallace da Silva / Ascom Branquinha

Compartilhe!