Prefeitura realiza uma das maiores festas do padroeiro da cidade

Branquinha vai celebrar a maior festa de São Sebastião da história. As comemorações acontecem entre os dias 12 a 21 de janeiro. A prefeitura preparou as festividades artísticas e culturais que vão ocorrer na Praça Central da cidade.

Os festejos estão divididos em três etapas: religiosa em todos os dias de festa divididos em missas, leilões, batizados e procissão. A cultural com parque de diversão montado próximo à quadra de futevôlei de areia e a Cavalhada nos dias 20 e 21; e as apresentações artísticas, também nos dias 20 (Waléria Santos, Caninana e forrozão Baby Som) e 21 (Swing Paredão, Thiaguinho Sales e Dé Boy).

Segundo o prefeito Jairinho Maia (PSDB), a festa do padroeiro é um patrimônio cultural dos branquinhenses e que as atrações deste ano foram escolhidas a dedo.
“Preparamos as atrações artísticas com muito carinho e cuidado para animar as pessoas que vão prestigiar o evento. Vai ser montada uma superestrutura de palco na Praça Central e decidimos prestigiar os músicos da terra, uma forma de incentiva-los e trazer reconhecimento aos nossos conterrâneos”, explicou o prefeito.

Outro cuidado que a gestão teve foi em relação à organização dos comerciantes ambulantes para os dias da festa. de acordo com Mariana Maia, secretária municipal de Cultura, todos foram devidamente cadastrados e autorizados pela prefeitura. "Preparamos um local para os comerciantes que pudessem trazer segurança e conforto para o público", a secretária destacou que também foi solicitado um reforço no policiamento. A Unidade de Pronto Atendimento 24 horas Francisco José da Silva reforçou o quadro de funcionários. O posto de saúde fica a menos de 500 metros de distância do evento.

Ruas próximas às festividades também foram interditadas para garantir segurança ao público. Guardas municipais estarão monitorando e orientando os condutores e a população sobre os trajetos dos veículos e reforçando o apoio de segurança a Policia Militar de Alagoas.
 
São Sebastião

Soldado romano que foi martirizado por professar e não renegar a fé em Cristo Jesus. Sua história é conhecida somente pelas atas romanas de sua condenação e martírio. Nessas atas de martírio de cristãos, os escribas escreviam dando poucos detalhes sobre o martirizado e muitos detalhes sobre as torturas e sofrimentos causados a eles antes de morrerem. Essas atas eram expostas ao público nas cidades com o fim de desestimular a adesão ao cristianismo.

A devoção a ele atingiu o seu auge nos séculos XIV e XV, tanto na Igreja Católica como na Igreja Ortodoxa. São Sebastião é celebrado no dia 20 de janeiro.

Data de publicação: 12/01/2018

Créditos: Gustavo Corado / Ascom Branquinha

Compartilhe!